A Forma da Lua no Céu

Com certeza você já percebeu que a Lua muda de forma e que nem sempre ela nasce no mesmo horário, mas você consegue ter uma ideia do horário em que este astro estará no céu durante suas fases?

Se a resposta é sim, muito bem! Você é um ótimo observador! Se você não sabe, me acompanha aqui neste post e você será um expert em horários em que a Lua nasce e se põe.

A Lua gira em torno da Terra numa órbita aproximadamente elíptica, parecendo com uma circunferência levemente achatada. Se a órbita fosse exatamente circular, não haveria diferença na distância entre Terra e Lua durante o movimento e não teríamos a Super Lua, mas essa explicação vai ficar para outro momento. Da mesma forma, podemos dizer que a Terra gira em torno do Sol, também em uma órbita elíptica. O movimento de translação da Lua, sempre iluminada pelo Sol, em torno da Terra é que faz com que haja mudança no formato da Lua no céu, originando as fases da Lua. Esse mesmo movimento também é responsável por fazer com que a Lua nasça em horários diferentes a cada dia.

Para ficar mais claro, vamos usar a figura abaixo como ponto de partida. Nela, temos um esquema para o movimento da Lua (em branco e cinza) em torno da Terra (em azul). Repare que o Sol não está representado na figura, apenas estão os raios solares, que estão vindo do lado esquerdo da mesma. Desta forma, como pode ser visto no esquema representado pela órbita mais externa, os raios solares estão sempre iluminando a mesma porção da Lua, conforme ela vai girando em torno da Terra. Se você estivesse em uma espaçonave, fora da Terra e bem acima ou bem abaixo dela nesta representação esquemática, veria que em qualquer ponto da órbita a Lua tem sempre uma metade iluminada. Entretanto, quando estamos na superfície da Terra, vimos a Lua mudar de forma a cada dia. Isso porque a forma como a vemos, a qual define as suas fases, muda de acordo com a sua posição em relação à Terra e ao Sol. Na figura abaixo, a circunferência interna mostra as diferentes formas da Lua como vistas por um observador na superfície da Terra, quando no Hemisfério Sul.

Esquema simplificado para as fases da Lua para um observador no Hemisfério Sul.

A posição entre Sol, Terra e Lua faz com que às vezes consigamos enxergar toda a face lunar iluminada pelo Sol (Lua Cheia), enquanto em outras vezes a face iluminada é vista pela metade, ou seja, um quarto para nós (Lua Quarto Minguante ou Quarto Crescente). Já na Lua Nova toda a face iluminada da Lua está de frente para o Sol. Desta forma, não enxergamos a Lua iluminada aqui da Terra.

A figura também mostra, de forma simplificada, a face da Terra que está iluminada durante o dia (azul mais claro) e durante a noite (azul escuro). Fica fácil perceber que a Lua não estará visível no céu para um observador durante todo o tempo, e que ela nasce e se põe em horários diferentes em cada época. Durante a Lua Cheia, por exemplo, Sol, Terra e Lua estão aproximadamente em uma reta (se desconsideramos a inclinação do plano Terra-Lua em relação ao plano Terra-Sol). Um observador na posição III tem o Sol a pino, sendo aproximadamente meio-dia para ele. Ele não consegue ver a Lua porque ela está diametralmente oposta a ele, na posição A. Este observador só conseguirá enxergar a Lua Cheia aproximadamente seis horas depois, quando a Terra girar o suficiente para que este observador vá para o ponto IV. Neste momento, o observador verá a Lua (lembre-se que ela está no ponto A) nascendo perto das 18h e ela ficará no céu deste observador praticamente toda a noite, se pondo perto das 06 h da manhã.

A Lua Quarto Crescente não será vista por um observador que esteja na região entre I-II-III. Ela irá nascer no céu por volta do meio dia e apenas observadores na região III-IV-I poderiam enxergá-la, ficando claro que ela surge no céu do observador por volta das 12 h (ponto III) e se põe em torno da meia-noite (ponto I).

Agora que você já entendeu como o movimento da Lua ao redor da Terra faz sua forma mudar no céu, prepare-se! Na próxima semana você vai aprender como o movimento da Lua influencia nas marés da Terra. Até lá!

Lua Cheia em 07 de abril de 2020. Localidade: Ilha do Governador, Rio de Janeiro.

11 comentários em “A Forma da Lua no Céu

    • Diana Andrade Autor do postResponder

      Você me conhece bem, Lisandra. rsrs. A Lua é meu astro favorito! Muito obrigada!

  1. Marianne Responder

    Muito bom! Bem explicado e elucidado! Bom para os cientistas e também para os amantes da ciência !! Parabéns ❤️

  2. Maria de Lourdes de Souza Loureiro Responder

    Eu também gostei do texto e fiquei com vontade de ler a próxima postagem.
    Muito interessante e nada massante.
    Parabéns minha querida amiga.

  3. Pingback:As Fases da Lua Interferem na Fisiologia Humana?

  4. Pingback:Eclipses – Meteoritos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *