Nota de Falecimento na Astronomia Brasileira

É com grande pesar que comunicamos o falecimento da Primeira Astrônoma Brasileira, Dr.ª Yeda Veiga Ferraz Pereira (1925-2020). Foi também a primeira mulher a trabalhar no Observatório Nacional na década de 1950, dedicando-se à observação de passagens meridianas de estrelas para a determinação da hora e a estudos sobre a rotação da Terra. Formou-se em Engenharia Civil e Elétrica, sendo a única mulher da sua turma e uma das poucas da sua época a seguir e concluir um curso nessa área.

Quando foram construídas as bases para o desenvolvimento da Astronomia no Brasil, a pioneira foi Yeda Veiga Ferraz Pereira que pode ser considerada a Primeira Astrônoma brasileira e uma das primeiras mulheres em engenharia. Nascida no Rio de Janeiro, formou-se em Engenharia Civil e Elétrica em 1948 pela então Escola Nacional de Engenharia (ENE), hoje Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Em 1944, entrou como calculadora no Observatório Nacional (ON), no Rio de Janeiro, a convite do astrônomo-chefe Domingos Costa. Após sua formatura, passou a ocupar interinamente o cargo de Astrônoma, tendo sido efetivada por concurso em 1955. Durante seus anos de trabalho, dedicou-se à confecção do “Anuário Astronômico” e à observação da passagem meridiana de estrelas para a determinação da hora, colaborando com o Bureau Internationale de l’Heure nos estudos da rotação da Terra. Somente mais tarde, em 1958, surgiu no país o primeiro curso de graduação em Astronomia, na UFRJ.

Entretanto, levada a uma situação que passou a ser comum para muitas mulheres, pediu demissão do cargo em 1962 para se dedicar aos cuidados dos sete filhos, da casa e, mais tarde, do pai. Segundo um dos seus filhos, até antes de seu falecimento ela acompanhava e vibrava com os avanços da Astronomia.

De acordo com familiares, Yeda faleceu em casa, em 09/07/2020, cercada pelos filhos. “Foi uma mãe e uma profissional exemplar”, disseram. A Astronomia é grata pela sua inteligência e esforço reconhecido ao se tornar a primeira astrônoma profissional do país, além de ser uma das criadoras do curso de Astronomia das universidades brasileiras e ter um dos estudos mais importantes sobre a movimentação do nosso planeta! Que sua estrela esteja sempre brilhando no nosso céu!

Fontes: Observatório do Valongo | Museu de Astronomia e Ciências Afins | A Voz da Serra

A astrônoma Yeda observando no Observatório Nacional.
A astrônoma Yeda observando no Observatório Nacional.
Foto com a Luneta Bamberg 10783 em operação com a astrônoma Yeda. Acervo pessoal de Sueli Viegas.
Foto com a Luneta Bamberg 10783 em operação com a astrônoma Yeda. Acervo pessoal de Sueli Viegas.

Um comentário em “Nota de Falecimento na Astronomia Brasileira

  1. froleprotrem Responder

    Hola! I’ve been reading your website for a while now and finally got the bravery to go ahead and give you a shout out from Humble Tx! Just wanted to tell you keep up the great job!

Deixe uma resposta para froleprotrem Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *